Novos tintos da Colecção Privada DSF chegam ao mercado, com duas estreias

DSFGrandNoir2015_72dpiDSFSyrahTannat2016_72dpiDSFTourigaFrancesa2016_72dpi

Com imagem renovada chegaram agora ao mercado os novos vinhos tintos da Colecção Privada Domingos Soares Franco. Ao já conhecido Touriga Francesa, agora com a colheita de 2016, juntam-se  novidades Grand Noir 2015 e Syrah Tannat 2016. Esta nova imagem surge com a designação DSF destacada por cima da assinatura do enólogo da José Maria da Fonseca, com linhas minimalistas e apontamentos mais jovens e frescos, que concedem a esta gama de vinhos um perfil moderno e inovador.

 O Touriga Francesa 2016 revela-se muito frutado, com notas de frutos pretos como mirtilos, amoras, ameixas secas e cerejas. Complexo, equilibrado num conjunto delicado e sedutor.

O Grand Noir 2015 tem aromas a chocolate preto, amoras pretas, violetas e figos. Na boca mostra-se muito frutado, equilibrado com bons taninos e notas de madeira bem integradas. O Grand Noir é o primeiro vinho da Colecção Privada que veio de fora da Península de Setúbal, no caso da propriedade da JMF em Reguengos (José de Sousa).

Já o Syrah Tannat revela aromas a mirtilos, violetas, chocolate, tâmaras secas e cereja vermelha. Bastante frutado na boca, mostra algum fumado, boa acidez e taninos bem evidentes por via do Tannat.

Ideais para acompanhar carnes vermelhas assadas bem temperadas, pratos de caça ou queijos de pasta mole, estes três vinhos tintos da Colecção Privada DSF têm uma grande capacidade de guarda, que pode até ultrapassar a dezena de anos, caso do Syrah Tannat.

 Os vinhos da Colecção Privada DSF são vinhos que traduzem o espírito criador e a paixão de Domingos Soares Franco pela viticultura e enologia. Embora assine todos os vinhos da José Maria da Fonseca, existem uns que Domingos Soares Franco reserva para si como especiais: “Esta Colecção Privada traduz o meu espírito criador, a minha paixão pelos vinhos. Nesta colecção, em cada colheita, tenho total liberdade para decidir que vinhos vou fazer e como os vou fazer”.

Sobejamente conhecido de todos os que prestam alguma atenção ao mundo do vinho, refira-se que Domingos Soares Franco, enólogo e vice-presidente, é o mais novo dos dois representantes da sexta geração da família que gere a José Maria da Fonseca. Estudou em Davis, na Califórnia e começou a trabalhar na José Maria da Fonseca nos anos 80. Desde então, tem introduzido inúmeras alterações nos vinhos produzidos por esta empresa, tornando-se um dos mais inovadores enólogos da nova geração em Portugal. Enquanto enólogo a sua primeira grande influência foi sem dúvida a de seu Pai, Fernando Soares Franco. Também António Porto Soares Franco, seu tio, o marca tremendamente, homem de grande visão, que entre outros feitos marcantes merece ser reconhecido como criador do Lancers, um dos vinhos portugueses mais conhecidos em todo o mundo e o primeiro “best-seller” a nível internacional da José Maria da Fonseca.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s